Galeria (2018)

Este trabalho alia a leitura dramatizada da obra "O lobo que queria mudar de cor" à exibição de desenhos que ilustram cada um dos momentos mais importantes da narrativa que aborda diversos conteúdos associados à área de Estudo do Meio, tais como, a aprendizagem dos dias da semana, das cores, dos valores de igualdade e respeito pelos outros e, acima de tudo, a importância da auto-estima na busca da felicidade.

A história tem como personagem principal um lobo preto que, farto da sua cor, decide experimentar outras cores, uma por dia ao longo dos sete dias da semana. Deste modo, vai encontrando os mais variados artifícios para se pintar de uma cor diferente todos os dias, mas acaba sempre por se aperceber de que as novas cores que vai escolhendo não lhe assentam nada bem. Então, depois de sete dias a testar novas cores e de alguns dissabores, chega à conclusão de que afinal não lhe interessa ficar com outra cor porque o que ele gosta mesmo é de ser um lobo, independentemente de tudo o resto.

Com esta pequena narrativa pretende-se demonstrar que não nos devemos concentrar em questões acessórias, tais como a cor da nossa pele, mas sim focar a nossa atenção no que realmente importa: a nossa essência. Como tal, devemos respeitar todas as pessoas, independentemente da sua cor, cultura ou religião e, sobretudo, aprender a gostar de nós próprios tal como somos. De facto, só quando aceitamos as nossas diferenças e as dos outros é que nos tornamos verdadeiramente felizes.

Trabalho baseado na obra "O lobo que queria mudar de cor", de Orianne Lallemand e Éléonore Thuillier, editora zero a oito.


Disciplinas: Português e Estudo do Meio

Professor: Manuel Linhares


 Autores

Autores:

  • Dinis Filipe Loureiro Cardoso, EB1/JI de Moutidos, 1A
© 2020 Projeto+. Agrupamento de Escolas de Águas Santas. Todos os direitos reservados.