Galeria

Segundo um estudo nacional desenvolvido pela UMAR (União de Mulheres Alternativa e Resposta), que envolveu uma amostra de 5.500 jovens com uma média de idades de 15 anos, e cujos resultados foram divulgados no passado dia 14 de fevereiro de 2017, um em cada quatro jovens legitima a violência no namoro, considerando normais ou aceitáveis atos de violência física, psicológica e sexual.

Numa relação de namoro, todas as formas de violência (verbal, física, psicológica, sexual ou social) têm em comum a intenção de magoar, humilhar e controlar, sendo este um flagelo que afeta jovens independentemente do género ou estrato social. Pelos efeitos destrutivos que tem nas suas vítimas, é urgente uma aposta forte na sensibilização e prevenção de todas as formas de abuso e violência no namoro, e é neste contexto que se enquadra o trabalho que agora se apresenta.

Numa época em que a banalização da violência está presente na sociedade em geral, parece-nos crucial que a escola cumpra a sua missão de promover uma educação holística das crianças e jovens, desenvolvendo neles competências sociais e humanas, fomentando valores de respeito e cidadania, e veiculando a ideia de que nenhuma forma de violência pode ser socialmente aceite.

Com este projeto pretende-se contribuir positivamente para a compreensão da sexualidade no contexto de um projeto de vida onde se integram valores como os afetos, ternura, maturidade emocional, capacidade de lidar com os compromissos e frustrações, tendo também como finalidade o desenvolvimento da capacidade de proteção face a todas as formas de abuso numa relação de namoro.


Disciplina: Psicologia B

Professora: Ana Granja


Autores

Autores:

  • Beatriz Silveira Chaves, Escola Básica e Secundária de Águas Santas, 12G
  • Inês Vieira Carvalho, Escola Básica e Secundária de Águas Santas, 12G
  • Mafalda Barreto Neves dos Santos Esteves, Escola Básica e Secundária de Águas Santas, 12G
  • Sara Raquel Vieira da Silva, Escola Básica e Secundária de Águas Santas, 12G
© 2020 Projeto+. Agrupamento de Escolas de Águas Santas. Todos os direitos reservados.