Galeria

Este trabalho, em formato multimédia, pretende estudar a filogenia da Bradypus variegatus (Preguiça).

Pertencentes à Superordem Xenarthra (do grego, xenos ''estranho'', e arthros ''articulação''), geralmente da América do Sul. A partir dos fósseis encontrados, a Superordem Xenarthra surgiu por volta dos 40-50Ma e a datação radioativa sugere que estes tenham divergido dos restantes mamíferos há aproximadamente 100Ma.\nAproximadamente há 35 Ma surgiram as grandes preguiças terrestres. A família das Preguiças atingiu o seu apogeu no Pleistoceno (2Ma até 11 mil anos). A preguiça apresenta as taxas metabólicas mais baixas dentre os mamíferos. Não se sabe ao certo quando ocorreu a separação da Ordem pertencente aos tatus e à dos tamanduás e preguiças. Assume-se que o ancestral comum a todos os membros da Superordem Xenarthra seja também comum a algumas espécies atuais de tatus. Tem um papel fundamental na manutenção do equilíbrio ecológico do seu habitat.


Disciplina: Biologia e Geologia

Professora: Virgínia Magalhães


2019 04 26 10 14 22 autores grupo

Autores:

  • Tiago Filipe Órfão Teixeira, Escola Básica e Secundária de Águas Santas, 11C
  • Miguel Alexandre de Sousa Cardoso, Escola Básica e Secundária de Águas Santas, 11C
  • Pedro Miguel Amorim Couto, Escola Básica e Secundária de Águas Santas, 11C
  • Pedro Miguel Silva Correia Nascimento, Escola Básica e Secundária de Águas Santas, 11C
© 2020 Projeto+. Agrupamento de Escolas de Águas Santas. Todos os direitos reservados.